Sign In

Seja bem-vindo, 100.000o Fiat Argo!


Lançado há menos de dois anos, o hatch é sucesso entre o público e tem prestígio comprovado no mercado

5 de abril de 2019 - Toda boa história é composta por marcos. Quando se trata da história de um carro, um dos momentos mais significativos da sua jornada é alcançar ambiciosas metas de vendas, consagrando seu sucesso entre o público. O Fiat Argo, hatch lançado em 2017, comemora um desses grandes feitos: 100 mil unidades emplacadas em menos de dois anos de mercado.

Já no primeiro ano, 27.925 unidades do modelo foram comercializados. Em 2018, o Argo registrou 63.017 novas compras e terminou o ciclo como o oitavo automóvel mais vendido do mercado. Até fevereiro de 2019, o Argo se posiciona entre os cinco carros campeões de venda do Brasil. Foi nesse mês que Gerson Mendes Rocha, comprador do primeiro Fiat Argo no mundo, adquiriu nada menos do que seu 5º Argo. E, bem, ele não parece disposto a parar por aí.


“Ainda vou comprar outros”, diz. “O Argo conseguiu unir algo bem raro em carros produzidos no Brasil: é versátil e confortável sem ser ‘beberrão’.” Rocha não esconde que foi amor à primeira vista. “Adorei o carro assim que entrei nele, lá no lançamento”. Não à toa, todos os carros do modelo que ficaram com ele são vermelhos, cor que comumente remete à paixão. Quem convive com Gerson também se afeiçoou pelo compacto e quis levar um para casa. “Pai, mãe, esposa, sogro…”, lista o gaúcho, em tom divertido. “Meu pai preferiu um branco e, meu sogro, um preto.”

Rocha, que trabalha com comunicação visual, é filho de mecânico e herdou conhecimento técnico para avaliar um automóvel, o que fez com que ficasse mais exigente em suas escolhas. E ele não abre mão dos carros Fiat. “Aprendi a dirigir em um Fiat 147 amarelo” diz, saudoso, acrescentando que participa hoje do grupo Fiat 147 Brasil, um clube de apaixonados pelo primeiro Fiat lançado em solo brasileiro.

Gerson também se lembra, com carinho, de que em 1994, quando conquistou sua Carteira Nacional de Habilitação, dirigia um Uno Mille, presente da mãe. “Acho um carrinho bem bacana para o dia a dia na cidade. Gostaria muito de ver uma atualização para esse pequeno”. Fazendo as contas, ele mesmo se impressiona: “O Argo Drive comprado há alguns dias é meu 17º carro da Fiat!”. Modelos como Palio Fire, Fiat Strada, Grand Siena e Palio Attractive já tiveram sua vez na garagem do lover, que considera os carros da marca de excelente qualidade e baixo custo de manutenção.


Quem também desenvolveu uma história afetiva com seu Argo é a analista de gestão de materiais Flávia Faria, que trabalha no Polo Automotivo Fiat, em Betim (Brasil) há quase quatro anos. Ela comprou seu hatch logo em 2017, seguindo sua tradição de só ter veículos Fiat. “Gostei do modelo robusto, dos testes de performance”, conta, emendando que “a promessa de economia também atraiu”. A analista se orgulha de ter na garagem um modelo que, mesmo indiretamente, ajudou a construir — seu cotidiano envolve garantir que as peças dos automóveis cheguem com precisão na linha de montagem: “É bom saber que de certa forma ajudei a criar um carro que considero muito bom e sempre recomendo”. Encarando rodovias pelo menos uma vez ao mês, ela destaca que o compacto é muito confortável, estável e econômico. “Uma vez fui de Belo Horizonte a Ouro Preto (cidades separadas por cerca de 100 km) e consegui fazer 17 Km/L na gasolina. Achei incrível!”.

Gerson e Flávia criaram fortes laços com seus carros, mas há quem faça escolhas menos emocionais e mais racionais. É o caso do administrador de empresas Ismael Miranda Furtado, que sempre teve uma relação mais prática com automóveis. Ele fez a compra, há cerca de quatro meses, considerando preço, design e tecnologia. “O Uconnect sem dúvida foi o recurso que mais me atraiu”, conta. Ele faz referência ao sistema multimídia da Fiat, inaugurado no Fiat Argo e depois aplicado em outros modelos, que oferece uma ampla gama de recursos de comunicação, navegação, entretenimento e serviços conectados, como o Apple Car Play e Android Auto. A tecnologia é reconhecida internacionalmente pela facilidade de uso e boa quantidade de recursos.

“O design externo do carro é bastante moderno e chama a atenção”, ressalta o administrador. No dia a dia, o Argo do Ismael é usado em trajetos curtos (ele mora pertinho do trabalho), então o destaque fica para a estrada, via em que o modelo se mostra mais econômico. Vantagem para ele, que curte as curvas longe das cidades. “Adoro dirigir! Sempre que tenho a oportunidade de viajar de carro, eu sou o primeiro a me voluntariar como motorista entre os amigos”.

Desenvolvido no Brasil, o Fiat Argo foi o veículo que mais ganhou comparativos e firmou-se como um dos mais premiados do ano de seu lançamento, quando conquistou importantes títulos como “Melhor Compra até R$ 50 mil” da revista Quatro Rodas. Que venham os próximos 100.000 exemplares!


Texto: Bárbara Caldeira

Fotos: Divulgação

Histórias Relacionadas

Fiat Ducato é a "companheira de trabalho" do empreendedor brasileiro

Consulte Mais Informação

Fiat 147: “passione” à brasileira

Consulte Mais Informação