Sign In
Jeep Compass

​Jeep: mais um ano de liderança


À frente do segmento brasileiro de SUVs pelo terceiro ano consecutivo em 2018, a Jeep emplacou mais de 106 mil unidades no país

31 de janeiro de 2019 - O empreendedor George Gepp, morador de Pernambuco (PE), recorda do exato momento em que teve seu primeiro contato verdadeiro com um carro: foi aos 13 anos, com o Jeep Willys 1965 da sua mãe, no qual aprenderia a dirigir. Foi uma experiência definidora: “Você nunca esquece o primeiro Jeep que dirige”. A partir daquele momento nasceu uma paixão. Hoje, 20 anos depois, ele tem seu próprio Renegade e divide com milhares de brasileiros seu amor pela Jeep, que encerrou 2018 na liderança do segmento SUV no Brasil, com participação de 22% na categoria. É o terceiro ano consecutivo de liderança - e de uma relação de amor que só faz crescer.


O pouco tempo do Jeep na garagem de George, entretanto, não traduz as histórias que ele já carrega sobre quatro rodas. Apaixonado pelo espírito off-road, assim que adquiriu a sua versão Trailhawk, ele resolveu testar o carro em uma expedição com sua esposa, Paloma Amorim, para o Jalapão, um parque de conservação natural localizado no estado do Tocantins (foto). Foram 12 dias de trilha, cerca de 5.500 quilômetros (km) rodados, sendo 1.400 km em terrenos acidentados, areia, pedras e lama, além de pontes que exigiram muita cautela.

“Fiz essa viagem buscando desafios off-road. E a disposição do motor do carro na estrada, nas curvas e nas ultrapassagens me fez sentir seguro. Isso foi me encantando e, quando comecei a colocar o carro em situações mais difíceis, ele me encantou ainda mais”, diz George. Ele lembra que, no trajeto, o grupo passou por um caminho de deserto, com areia bastante fina. “O acesso era bem ruim. Eu estava ao lado de carros mais altos, mas o Jeep não deixou a desejar em nada. Pelo contrário. Até ajudei a tirar uma camionete de apuros!”, relembra, entre risos.

Quando teve a oportunidade de conhecer o Renegade de perto (foto abaixo), George conta que não hesitou. “Gostei muito por conta da versatilidade, conforto e autonomia”, diz. Não à toa, o carro foi o SUV mais emplacado em dezembro do ano passado, acumulando uma expansão de 20,9% nas vendas em relação ao mesmo mês de 2017.


Praticante de kitesurf, o pernambucano autônomo Diego de Souza, 33, está sempre indo à Pipa, praia localizada a 80 km de Natal, capital do Rio Grande do Norte (RN). Para chegar até lá partindo do Recife (PE), onde mora, há alguns caminhos “oficiais”, pelo asfalto, mas havia um que chamava mais a atenção de Diego: o que poderia ser feito pela areia da praia. No entanto, com os carros baixos, mais esportivos que tinha, ele nunca pôde fazer esse trajeto. “É algo meio aventureiro”, diz. “Não conseguiria fazer esse passeio se tivesse em um carro comum.”

Desde que adquiriu o Jeep Compass, entretanto, a viagem passou a ter um visual diferente. No trajeto ganhou trechos pela areia (foto abaixo), praias desertas, travessias de balsa e passagens por dentro de rios e riachos. “É uma experiência totalmente diferente do que estava acostumado. Agora, viajo com um visual lindo”, orgulha-se. “Todo mundo que já consegui levar até Pipa por esse caminho é alucinado pela energia que ele transmite.”


O mais recente herdeiro do espírito off-road da marca, o Jeep Compass teve uma grande parcela de responsabilidade no alcance da liderança da Jeep no segmento SUV brasileiro. Não é para menos. Em 2018, foram 60.284 unidades emplacadas, um aumento de 22,6% em comparação a 2017. Quando somados, os modelos de George e Diego (Renegade e Compass, fabricados no Brasil) e os importados (Cherokee, Wrangler e Grand Cherokee) levaram a marca a vender 106.954 veículos em 2018, um crescimento de 21,3% em relação ao ano anterior.

“Todos esses números confirmam o quanto a Jeep continua crescendo e se consolidando no país, mas ainda mais importante é ver que existe uma relação muito especial entre os clientes e a marca”, afirma Tania Silvestri, diretora da Jeep para América Latina. “Nossos veículos motivam as pessoas a buscarem momentos de liberdade, autenticidade, aventura e paixão que, não por acaso, são os quatro valores que norteiam a Jeep.”

Além de conseguir viajar com uma paisagem de tirar o fôlego, agora, Diego também consegue comportar, de forma adequada, todos os equipamentos necessários ao esporte - prancha, cinto, kite e uma barra de controle - no carro, coisa que, antes, com os carros mais baixos e esportivos que teve, não conseguia. “Encontrei no Compass o conforto, o espaço e a tecnologia de que precisava. É um carro com que posso contar do trabalho ao lazer”, conta, satisfeito.

“Essa paixão dos nossos clientes tem total relação com tudo que aplicamos na produção de nossos carros, sempre com foco na qualidade”, diz Pierluigi Astorino, plant manager do Polo Automotivo Jeep, onde são fabricados os modelos Renegade e Compass. Localizada no município de Goiana, em Pernambuco, a fábrica é considerada uma das mais modernas da FCA no mundo, com soluções pioneiras da Indústria 4.0. Instalando-se em uma região tradicionalmente ocupada pela monocultura da cana-de-açúcar, tornou-se o centro de um polo industrial e exportador, que gera empregos de qualidade.


Texto: Isabela Alves

Fotos: Divulgação

Histórias Relacionadas

​Jeep Compass aponta o caminho para o mercado latino-americano

Consulte Mais Informação

Desfile de carros alegóricos para foliões automotivos

Read More